Com poeta Mario Quintana

Foto: Leonid Streliaev

Henrique Mann é músico, compositor, produtor cultural e escritor brasileiro.

   Iniciou carreira nos festivais estudantis da década de 70 e tornou-se profissional de casas noturnas no início dos anos 80.
    
1985 - Conheceu o poeta Mario Quintana e deste encontro resultou o LP Quintanares & Cantares, lançado em 1986. Passou então, a atuar como produtor de outros músicos e escrever livros sobre música.

 

1990 - Lançou o livro A MPB em debate, com participações de grandes nomes da música brasileira, como Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Belchior, Alceu Valença, Carlos Lyra, Lulu Santos, Oswaldo Montenegro, entre outros, atuando também na produção de shows de vários destes artistas.
    
1995 - Lançou o livro Retratos da vida boêmia, com prefácio de Oswaldo Montenegro e apresentação do Poeta Luiz de Miranda. Nesta mesma década, empreendeu vários projetos de grande estrutura.

          Lançou o primeiro volume em CD de Porto Alegre Boêmia – um século de canções, onde fez um mapeamento das principais músicas representativas da capital gaúcha no século XX.

          Deste projeto, vários outros foram derivados, um deles inovador: a série de shows temáticos patrocinados sem Leis de Incentivo por empresas privadas que percorreu as casas noturnas do Estado, na companhia do guitarrista Rogério Piva.

           Henrique Mann já vinha há anos utilizando um sistema de vendas de cotas para empresas privadas na produção de projetos culturais e depois, conciliando este sistema com as novas Leis de Incentivo à Cultura, conseguiu produzir projetos cada vez maiores.
    
1998 - Lançou o segundo volume de Porto Alegre Boêmia – um século de canções e, no mesmo ano, a versão em CD de Quintanares & Cantares, com renda revertida para as obras de reformas da Casa de Cultura Mario Quintana.

 

2000 - lançou o CD Norte in Sul, estabelecendo ligações históricas entre a música do sul e do nordeste.

          Este disco contou com a participação de grandes nomes da música local como Renato Borghetti, Serginho Moah, Ernesto e Neto Fagundes, João de Almeida Neto e Gaúcho da Fronteira, entre três dezenas de artistas renomados, contanto com a colaboração de compositores do porte de Zé Ramalho, Alceu Valença, Jerônimo Jardim e Mario Barbará.

 

2001 - Foi eleito Presidente da Associação Gaúcha de Discos Independentes.

 

2002 - Henrique Mann lançou sua obra de maior fôlego:

            A coleção Som do Sul, em 30 volumes, contendo as biografias e obras de mais de uma centena de músicos, produtores e personalidades representativas da história musical gaúcha no século XX.

             Com este trabalho, resultado de 15 anos de pesquisas, tornou-se o único artista premiado com o Troféu Açorianos tanto em Música quanto em Literatura pela mesma obra (depois lançada em formato livro pela Editora Tchê).

 

2003 - Levou este projeto em Recitais Didáticos para as escolas e universidades em várias cidades, sempre com a participação de grandes nomes da série Som do Sul.

 

2004 - Lançou a exposição Alicerces da Música do RS, com farto material biográfico de Paulo Ruschell e Lauro Rodrigues, percorrendo muitas cidades em museus, escolas e universidades, proferindo palestras sobre o tema.

             Formou-se em Rádio e TV pela FEPLAM-RS.

 

2005 - Assumiu a Coordenação de Música da Prefeitura de Porto Alegre, empreendendo inúmeros projetos, com destaque para os shows Nós da Noite, Sons da Cidade e Encontrabanda, do qual resultou o CD da Banda Municipal de Porto Alegre.


Foi Coordenador até 2008, quando indicou o radialista, músico e produtor Jorge André Brittes para o cargo e partiu para a administração de seus projetos pessoais. Desde então dedica-se às artes marciais, ao treinamento de equinos no rancho Cimarrón e à pesquisa e divulgação de seu trabalho na área de história da música tanto no Brasil quanto em Portugal e outros países.

 

Henrique Mann também participou ativamente na produção de vários festivais, shows e discos de diversos artistas. 

 

 

DISCOGRAFIA


1986 - Quintanares & Cantares LP - (em parceria com o poeta Mario Quintana)  - SEDAC/RIOCELL


1997 - Porto Alegre Boêmia - Um Século de Canções - vol 1 - Fumproarte


1998 - Porto Alegre Boêmia - Um Século de Canções - vol 2 - Fumproarte


1998 - Quintanares & Cantares CD - (em parceria com o Poeta Mario Quintana) 1998 SEDAC/CCMQ


2000 - Norte In Sul - Iguatemi

 

LIVROS


1991 - A Música Popular Brasileira em debate - (com participações de Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil, Carlos Lyra, Lulu Santos, Oswaldo Montenegro, Belchior, Alceu Valença e outros) – Editora Alcance


1995 - Retratos da Vida Boêmia – Editora Ampla


2002 - Coleção CEEE/Som do Sul - Historia da Música do Rio Grande do Sul no Sec. XX -  (30 volumes) – CEEE/SEDAC


2003 - Som do Sul - Editora Tchê

OUTROS PROJETOS


2004 - Exposição Alicerces da Música do RS – SEDAC/SulGás


2004 - Recitais didáticos ( 35 escolas e universidades)

ARTES MARCIAIS


Iniciou seu treinamento na década de 1970 no judô com o Mestre Fernando Lemos;

 

Treinou Karatê e Capoeira com o Mestre Sousa  (Monsueto), desenvolvendo extenso trabalho nas Artes Marciais nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

É graduado em Judô, Karatê, Capoeira e um dos precursores do Full Contact no sul do Brasil;

 

Mestre de KICKBOXING (Faixa Preta - 4º Dan), professor de MMA (Artes Marciais Mistas) e Boxe, filiado à AGAM (Associação  Gaúcha de Artes Marciais) bem como ao CIAM (Conselho Internacional de Artes Marciais).

Atualmente reside em Setúbal (Portugal) e é filiado à IBF (Intercontinetal Boxing Federation).

 

© 2014 by Ícaro Manssur.